Redes de fibra óptica, o futuro das telecomunicações

As aplicações do futuro demandarão maior largura de banda e velocidades mais altas. Especialista da Furukawa Solutions explica por que é necessário avançar na implantação de redes de fibra óptica que não serão apenas fundamentais para atender às demandas de conectividade, mas também contribuir para o crescimento econômico global.

As telecomunicações avançaram rapidamente ao longo de sua história, gerando mudanças verdadeiramente disruptivas, tanto sociais quanto econômicas, em um tempo muito curto. Estima-se que esta transformação será cada vez mais rápida e permitirá resolver vários desafios para o desenvolvimento humano, em áreas como saúde, trabalho, alimentação, indústria, transportes, entretenimento e meio ambiente.

De acordo com a Statista, até 2030 haverá cerca de 30 bilhões de dispositivos conectados à Internet[1]. Por outro lado, a União Internacional de Telecomunicações (UIT) espera que até esse ano “todas as assinaturas de banda larga fixa tenham 10 megabits por segundo (Mb/s) ou mais rápido, cada escola deve desfrutar de uma velocidade mínima de download de 20 Mb/s e 50 kb/s disponíveis por aluno, e cada escola deve ter um mínimo de 200 gigabytes (GB) de dados permitidos[2]”.

Bilhões de pessoas e dispositivos conectados farão parte da cena cotidiana, exigindo velocidades e capacidades de transmissão cada vez maiores. “Somente as redes de fibra óptica nos permitirão dar o salto para o futuro e fornecer a largura de banda necessária para realizar a transmissão do enorme volume de dados que as novas aplicações trarão”, explica Xavier Benoit Stephane Chiron, Gerente Geral do departamento técnico da Furukawa Solutions.

Assim, é mais preciso dizer que o futuro pertence à fibra óptica, uma vez que essa tecnologia em constante evolução facilitará a implantação de outras tecnologias-chave, como o 5G, e a chegada do 6G mais tarde, mas, acima de tudo, por seu enorme potencial para o crescimento da economia globalmente.

De acordo com o Banco Mundial, o produto interno bruto global crescerá até 1,2% cada vez que a inserção da fibra óptica aumentar em 10%[3].

Alinhado com essa tendência, o mercado latino-americano de fibra óptica também terá uma expansão dinâmica nos próximos anos. Em 2021, os 18 principais países latino-americanos tinham 103 milhões de casas com passagem de fibra (FTTH/FTTB), um crescimento de 29% em relação a 2020, e as assinaturas cresceram 47%, para 46 milhões.

O mesmo estudo da SMC+ e da Fiber Broadband Association (FBA), estima que entre 2021 e 2026 um crescimento anual composto de 8,9% no número de casas passadas e 15,3% em assinaturas seja esperado e a inserção de conexões sobre casas passadas estará localizada em 59% até 2026[4].

Essas estimativas são muito mais do que estatísticas para a Furukawa Solutions, já que a empresa está presente desde o início, acompanhando a grande maioria dos grandes projetos de telecomunicações, ISPS e cooperativas da região.

“A Furukawa é uma empresa global, capaz de desenvolver soluções abrangentes para o segmento industrial e doméstico nos cinco continentes. Nosso investimento contínuo em laboratórios de aplicação para banda larga e networking nos permitiu posicionar-nos como um centro de excelência. Além disso, nossa trajetória é respaldada pela qualidade de cada um dos nossos produtos que são monitorados durante todo o processo, desde a obtenção da matéria-prima, até a produção e atendimento entregue ao cliente”, explica Xavier Chiron, da Furukawa Solutions.

As redes de fibra óptica, acrescenta o executivo da Furukawa, são future-proof (resistentes ao tempo) e permitirão acompanhar as evoluções tecnológicas que estão por vir, sem precisar ser substituídas por novas redes.

Além das qualidades listadas, as soluções de fibra óptica da Furukawa Solutions são o futuro porque trazem: eficiência financeira e operacional, escalabilidade de rede, expansão acelerada dos negócios, menor custo operacional e de conexão, maior retorno sobre o investimento, melhor qualidade e segurança e infraestrutura focada no cliente.


[1] https://es.statista.com/temas/6976/el-internet-de-las-cosas-iot/

[2] https://www.itu.int/es/mediacentre/Pages/PR-2022-04-19-UN-targets-universal-meaningful-connectivity.aspx

[3] MOBS | “La fibra óptica es el futuro y es para siempre”: Futurewei Technologies | DPL News

[4] ¿Qué se espera para el mercado latinoamericano de fibra óptica en 2023? – BNamericas